segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

“Chegado” - O encarregado do jeitinho brasileiro.


Quem nunca ouviu falar do indivíduo? Ou melhor, quem não tem um “Chegado”?! Ora, o Chegado é o “herói” das massas e é encontrado em todas as repartições, sejam públicas e privadas, sem distinção! Temos o Chegado que tira multas, tem o Chegado que passa processos à frente, tem o Chegado que vota favorável, tem o Chegado que agenda a consulta na frente, tem o Chegado que arruma vagas nas escolas, enfim, para todo o tipo de maracutaia, mesmos as mais inocentes (se é que isto seja possível),  existe um Chegado para fazer o serviço.
A prática é comum e acontece nas melhores famílias. Ora, você mesmo que está lendo essa crônica se puxar bem pela memória, poderá constatar que algum dia em sua vida apelou a um “Chegado”! É que ás vezes ele usa alguns codinomes como: Conhecido, Contato, Influente.
Quando acionamos o camaradinha, certamente é porque queremos algo que foge aos métodos convencionais, normalmente morosos, enfadonhos. Ora, o Chegado tem lá seus meios (o que também não me interessa. Problema dele uai!) de conseguir mais rápido, com 100% de garantia de sucesso e sem nenhum esforço meu (um telefonema, um email, e até uma piscadela já é suficiente para o Chegado captar a mensagem).
O problema de tudo isto é que o Chegado também tem um “Chegado”, que também tem um Chegado, até chegarmos ao “Chegado-mor”, aquele que mantém a cadeia, que dá as ordens, que delega poderes, que manda e desmanda. E nós o criticamos pelos seus atos escusos, apontamos o dedo, sem darmos conta de que ao ligarmos para o primeiro Chegado da cadeia acionamos a máquina da corrupção e juntos aos demais colocamos o dedo no gatilho!
Pior que condenar os atos dos corruptos é ser hipócrita, não limpar as próprias janelas! Quer mudar o mundo, que tal então começar por si mesmo!

2 comentários:

Anônimo disse...

BLOGUEIRA, FAÇA UM FAVOR PRA MIM.PEÇA SEU PREFEITO O TÃO SONHADO TELEFÉRICO. KKKKKKKKKKKKKKKK.
PRANDINI NUNCA MAIS.

Eliane Araujo disse...

Bom, para dizer a verdade,tenho sérios problemas com o pronome possessivo e com alturas, ambos me causam vertigem, náusea, desconforto!

Postar um comentário

Respeite a opinião dos outros leitores. Comentários com "palavrões", que denigrem a imagem das pessoas, ou de cunho religioso não serão aceitos. Todos os comentários postados neste blog são de responsabilidade dos internautas e poderão ser postados em matérias. Ao fazer um comentário, você concorda e aceita as regras acima.