quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Presente de Ano Novo para os moradores do Loanda!

Moradores sem entender o porquê de tanto descaso.
  Todos nós sabemos que, a causa da maioria dos alagamentos é oriunda de obras mal realizadas, com acúmulo de materiais (areia, pedras, entulhos) nas vias públicas; lixo jogado na via pública; falta de manutenção na rede de esgoto pluvial; aliados ao descaso do poder público.

Prevenção é a palavra-chave quando o assunto é enchente, pois grande parte dos recursos para cobrir prejuízos é pública, ou seja, vem dos impostos pagos pela população. As ações da Defesa Civil têm recursos previstos no Orçamento da União e nos dos estados e municípios.

Mas, nossos gestores ainda insistem em atuarem nas consequências, talvez, para passarem uma imagem de “bonzinhos”, solidários. Afinal, obras de prevenção na maioria das vezes são obras que não “aparecem”!

Francamente, se Monlevade possuiu um plano diretor, parece que o mesmo ficou na fase do plano mesmo! Código de postura este, parece comédia! Em se tratando de fiscalizações, Monlevade parece  não ter dono, a maioria das edificações é feita a bel prazer de seus proprietários!

Pois bem, em véspera de ano novo, uma moradora do Bairro Loanda foi surpreendida com uma inundação! Prejuízo para a família, que além de tudo ficou exposta ao risco de uma contaminação!

Começo a desconfiar que a redução do IPI na linha branca e móveis na época do verão seja mais um paliativo para população que, a cada ano, perde seus pertences em virtude das tragédias promovidas pelas enchentes e inundações! São as manobras que o governo utiliza para passar “mel” na boca do povo!

 
 O QUE A PREFEITURA DEVERIA FAZER PARA EVITAR AS INUNDAÇÕES

Elaborar o plano diretor de desenvolvimento municipal, identificando áreas de risco e estabelecendo regras de assentamento da população. Pela Constituição, esse plano é obrigatório para municípios com mais de 20 mil habitantes.

Fiscalizar as áreas de risco, evitando o assentamento perigoso.

Aplicar multas, quando o morador não atender às recomendações.

Elaborar plano de evacuação com sistema de alarme. Todo morador deve saber o que e como fazer para não ser atingido.

Indicar que áreas são seguras para construção, com base no zoneamento.

 

4 comentários:

Nilda Souza disse...

Oi Eliane obrigada pelo apoio, como diz vc daqui a pouquinho está aí o IPTU para pagarmos. Quem apareceu e me ajudou foi apenas minha vizinha e ninguém mais, nenhum político. Agora eu fico com os prejuízos e com o descaso!

Felipe disse...

Mas enquanto o coronelismo existir, sofreremos com essas coisas. Num dia em que conseguirmos eleger pessoas sem rabo preso aos coroneis, talves consigamos algo de bom. Ainda somos manobrados pelos poderosos que fazem o que querem nas cidades.

Felipe disse...

Infelismente temos que conviver com essas coisas, pois as autoridades eleitas só fazem aquilo para o qual foram direcionadas pelos grandes coroneis. O povo que se vire. Nos resta pagar impostos e esperar por esmolas. Veja como está a cidade de Monlevade, não é só o último prefeito responsavel pelas irregularidades nas construções na cidade. Quando ocorre calamidade eles veem oferecendo ajuda como se bom-samaritano para aparecerem na mídia.

Eliane Araujo disse...

Tremendo absurdo mesmo! Procure o vereador de sua região e cobre uma atitude!

Postar um comentário

Respeite a opinião dos outros leitores. Comentários com "palavrões", que denigrem a imagem das pessoas, ou de cunho religioso não serão aceitos. Todos os comentários postados neste blog são de responsabilidade dos internautas e poderão ser postados em matérias. Ao fazer um comentário, você concorda e aceita as regras acima.