sexta-feira, 1 de junho de 2012

Coreto "Vó Mena" vira a "Casa da Mãe Joana"!

O coreto da Praça Sete de Setembro que, devido projeto de lei numero 1.815/2009 de autoria da vereadora Dulcinéia Lírio Caldeira passou a ser denominado Coreto “Vó” Mena Alcântara, em homenagem à matriarca da família Alcântara, Filomena Tomázia, transformou-se em um “Apart-Hotel”, para moradores de rua.

Nesta semana os “moradores” do Coreto, resolveram atear fogo no local, e, graças à intervenção de um funcionário da escola CERP, situada em frente à Praça Sete de Setembro, não houve um acidente com maiores proporções. Segundo o relato de pessoas que estariam próximas ao local no momento, o funcionário do CERP teria utilizado um extintor de incêndios da escola para conter as chamas.

Sexo, drogas, vandalismo, sujeira e todo o tipo de imoralidade estão sendo praticadas no local sem que as autoridades competentes tomem providência. O problema já se arrasta há meses, tendo inclusive a vereadora Dorinha Machado mencionado o fato na ultima reunião da Câmara, no dia 30 passado.
 A polícia Militar constantemente é acionada devido às práticas obscenas que acontecem na praça e inclusive chegou a prender um traficante de drogas no local no mês de Março: http://jopopular.blogspot.com.br/2012/03/homem-e-preso-no-coreto-da-praca-sete.html.



Atualmente, a Praça Sete de Setembro de João Monlevade, um dos cartões postais de Monlevade é motivo de vergonha para os Monlevadenses... Aonde está a Assistência Social do Município?

2 comentários:

vilney disse...

E vejam bem o contraste, a Polícia Militar é bem em frente ao coreto e a Assistência Social da prefeitura fica em um prédio ao lado. Engraçado, não é mesmo?

Eliane Araujo disse...

Boa tarde Vilney. Bom, na verdade a Polícia Militar mudou-se para o Prédio onde funcionava o PA. No local agora está o SETTRAN. Mas, indiferente da mudança,os mendigos e andarilhos sempre estiveram por lá.Lógico que, com a Polícia por perto, "a coisa" não estava tão baixo-nível. Agora em relação à Assistência Social, prefiro nem tecer comentários...

Postar um comentário

Respeite a opinião dos outros leitores. Comentários com "palavrões", que denigrem a imagem das pessoas, ou de cunho religioso não serão aceitos. Todos os comentários postados neste blog são de responsabilidade dos internautas e poderão ser postados em matérias. Ao fazer um comentário, você concorda e aceita as regras acima.