terça-feira, 17 de maio de 2011

Um reforço para o post do DROPS DE SANIDADE ( como se ele precisasse, rsrsrsrs!)

O Célio Lima escreveu sobre a questão da pontualidade ( o que eu acho ser uma questão de respeito) leia:   http://dropsdesanidade.blogspot.com/2011/05/pontualidade-e-gentileza.html
Aproveitando o embalo localizei na net:

As 6 piores desculpas para chegar atrasado ao trabalho
Você terá que levantar cedo, enfrentar trânsito e diversos problemas até começar seu trabalho. Se você não consegue chegar no horário marcado do expediente, inventa alguma desculpa com seu chefe? O estudo foi feito pela EXAME.com, que pensou nessa situação e entrou em contato com consultores de etiqueta para comentar sobre os argumentos sem fundamento que empregados utilizam quando perdem a hora. Confira os seis mais comuns.

1. “Eu me atrasei por causa do ônibus”

Essa é a desculpa típica de moradores de grandes cidades, como São Paulo e Rio de Janeiro, devido aos problemas com transportes públicos e com o engarrafamentos de automóveis.
Segundo a consultora Sofia Rossi, o argumento não é válido se o profissional pode se planejar antes de vir ao trabalho. Para Susi Obal, há perdão para quem é pontual e atrasou uma ou duas vezes por imprevistos de transporte.

2. “Não consegui dormir direito”

Susi alega que o stress da cidade e os remédios para dormir podem realmente desregular o cotidiano do empregado. No entanto, se a pessoa não possui organização, a falta de horas de sono pode ser um argumento vazio para seu próprio desleixo. Sofia defende que a pessoa vá imediatamente ao médico, para evitar problemas de atraso.

3. “Eu sabia que ia me atrasar e comprei café para vocês!”

“Quem recebe o café, até aceita com sorriso, mas entende que café não remedia atraso”, afirma a consultora Sofia. Tentar solucionar problemas de horário dessa forma pode ser interpretado como um comportamento de empregado puxa-saco. E pior: um pouco malandro.


4. “Não estou atrasado, só demorei uns minutinhos”

Para reuniões de trabalho e eventos nesse nível, há sim uma tolerância de 15 minutos depois do horário marcado. No entanto, as consultoras de etiqueta foram unânimes em dizer que qualquer atraso deve ser comunicado ao superior antes do evento.

5. “Meu cachorro morreu”

Inventar desgraças familiares ou com um bicho de estimação é outro recurso comum das pessoas atrasadas. “Gente que mata o cachorro ou sogra para o chefe tem que repensar a carreira profissional dela”, afirma Sofia.

6. “Eu tenho filhos”


Para as especialistas, a vinda de uma criança para a família deve ser recebida tanto pelo homem quanto pela mulher, o que tira a validade do argumento de muitas mães quando estão atrasadas para o trabalho. “Fui comissária de bordo da Varig e nós tínhamos apenas uma regra: Ou você chega no horário, ou não chegue. Atrasou, o avião decolou”, afirma Sofia.

Um comentário:

Célio Lima disse...

Eliane, ao contrário do que é senso comum, claro que eu preciso do reforço de cidadãos reflexivos.

Somos todos agentes de referendo e de referência. Um blog demora uma eternidade para ser poroso o suficiente entre os vários segmentos da sociedade, então precisamos de reforços o tempo inteiro até conseguir chegar ao máximo de pessoas possível.

Por isso, agradeço muito o reforço e peço que não se limite a ele. Reforce quando quiser, seja como referendo, como referência ou como contraponto.

Eu sempre afirmo que pessoas não são produtos prontos e acabados. Pessoas são processos acontecendo, e processos precisam do controle de qualidade para ter algum propósito útil.

Obrigado pela participação e volte sempre.

Postar um comentário

Respeite a opinião dos outros leitores. Comentários com "palavrões", que denigrem a imagem das pessoas, ou de cunho religioso não serão aceitos. Todos os comentários postados neste blog são de responsabilidade dos internautas e poderão ser postados em matérias. Ao fazer um comentário, você concorda e aceita as regras acima.