segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Maengistério - o exercício do magistério deveria ter este nome!


Só mãe  tem vocação para padecer no paraíso!Porque na vida de mãe, “trocar” é fundamental! Os filhos sempre estão à frente das decisões. Ser professor é abrir-se ao outro, às relações. Ser professor é ter uma disposição, uma disponibilidade para ser atravessado pelo mundo. É deixar de ser e ser um outro a todo instante. Conclui o Magistério em 1988, naquela época o cargo de professor para os filhos ainda era almejado por muitas famílias. No tempo de minha mãe a situação era ainda muito melhor! Ser PROFESSORA era uma condição para conseguir um bom casamento. Hoje o professor perdeu status. "Qualquer" curso superior permite que uma pessoa assuma uma classe. E, diga-se de passagem, muito mais remunerada. Professores que nem por um milagre conseguiriam dar uma aula completa e agradável a uma turma. Há falta de pedagogia, de técnica, de jogo de cintura, de psicologia… Aos demais, que carregam a classe nas costas, é oferecido migalhas Por estas e por outras que desisti do exercício do Magistério. Mas rogo a Deus todos os dias pelos "sobreviventes"!

2 comentários:

Afonso Alves Ferreira disse...

Eliane, você está correta. É isso mesmo, sou um dos "sobreviventes" que ainda procura nadar, nadar, pelejando para não morrer na praia. Aliás,isto bem representa o que estamos passando na prefeitura.
Realmente, hoje um aluno me perguntou se valeu a pena ...(veja no meu blog)...ao retornar para casa tive que fazer outra postagem (1º Round). Até onde iremos? Só Deus sabe!

Eliane Araújo disse...

Afonso, infelizmente esta é a realidade do povo Brasileiro que realmente trabalha. Enquanto professores, policiais, médicos , ralam sem condições mínimas de trabalho, sem o devido reconhecimento(muitas vezes são pintados como vilões...)nossos representantes "trabalham" em gabinetes luxuosos e votam seus sálarios a bel-prazer. O povo precisa reagir!

Postar um comentário

Respeite a opinião dos outros leitores. Comentários com "palavrões", que denigrem a imagem das pessoas, ou de cunho religioso não serão aceitos. Todos os comentários postados neste blog são de responsabilidade dos internautas e poderão ser postados em matérias. Ao fazer um comentário, você concorda e aceita as regras acima.