quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Queda livre!

O companheiro Célio Lima acaba de me poupar esforços! Registrou, em grande estilo, a imagem do buraco. Nota-se que não houver sequer a preocupação em isolar a área!

Mas Brasileiro é fogo! Não desisti nunca! Vamos batendo na tecla até que os que tenham “ouvidos” nos ouçam!

5 comentários:

Anônimo disse...

Ôh cojeana, c não viu o isolamento feito no trecho danificado, porque alguns "bons" cidadãos o destruiu.

Eliane Araujo disse...

Bom, a qualidade com que o isolamento foi realizado implica que os “bons" cidadãos, aos quais se referiu, tenha sido até mesmo um vento mais forte!
Mas, agradeço, muito o seu comentário, porque veio confirmar aquilo que todos têm comentado pela cidade: “O que está prejudicando a administração Municipal são os colaboradores que insistem em viver um “conto de fadas “!

Wir Caetano disse...

Oi, Eliane. Fizeram isolamento, sim, mas o que importa é outra coisa: providência pra resolver o problemão. Já escrevi sobre o assunto, mas...

http://feicibunker.wordpress.com/2012/01/28/parece-desconstrucao-e-ja-e-ruina/

Eliane Araujo disse...

E aí colegão!É sempre um prazer poder prosear com você! A impressão que se tem é de que somos nós que entramos num processo de "isolamento" permanente...

CÉLIO LIMA disse...

Eliane, a esta altura você já descobriu que utilizei uma fotografia antiga. Hoje a situação daquele abismo é muito pior e muito mais perigosa.

Você também já descobriu que não adianta cobrar deste ou de qualquer governo. Ficam magoados, fazem beicinho e colocam tudo na conta de uma pretensa má vontade animalesca que temos.

É assim, sr. anônimo: NINGUÈM responsabilizou o governo pela ocorrência da cratera. O que precisamos é que ela seja reparada antes que faça vítimas, ou que fique muito mais caro consertar o estrago. Porque o dinheiro é público, lembra?

Outra solução que muito agradaria seria o próprio governo mergulhar buraco adentro. Junto com o bando de apaniguados sem compromisso, mas aí sabemos que seria pedir demais...

Postar um comentário

Respeite a opinião dos outros leitores. Comentários com "palavrões", que denigrem a imagem das pessoas, ou de cunho religioso não serão aceitos. Todos os comentários postados neste blog são de responsabilidade dos internautas e poderão ser postados em matérias. Ao fazer um comentário, você concorda e aceita as regras acima.