segunda-feira, 19 de março de 2012

A importância da gestão de pessoas nas instituições de saúde.

Já estive em vários hospitais e falo de antemão que o Hospital Margarida é privilegiado em termo de instalações. Conforme foi mencionado no relatório de gestão 2006/2012 recentemente distribuído na mídia, o hospital Margarida é motivo de orgulho para os Monlevadenses em termos estéticos, mas ainda há muito que evoluir em termos funcionais.
É lógico que a infraestrutura e a aquisição de equipamentos que acompanham o avanço tecnológico e cientifico são de suma importância no ambiente hospitalar, porém, o aproveitamento desse material depende de pessoas que se envolvam no processo, que estejam aptas para acompanhar o desenvolvimento e que o utilizem; daí a importância de investimentos no “capital humano”.
A gestão do hospital precisa passar por mudanças e valorizar mais os funcionários.
A beleza não pode ser extrínseca, o gestor tem que criar um meio de motivar os seus colaboradores, mostrando a eles a importância de seu trabalho para o bom andamento da instituição; disponibilizar momentos para ouvi-los; saber quais são seus anseios (necessidades), saber o que o incomoda, desta forma o gestor terá os colaboradores como parceiros.
De forma específica o gestor hospitalar, seja ele médico ou outro profissional, tem como desafio, envolver-se com o trabalho de todo a equipe, seja ela de um contexto micro ou macro. Além disso, precisa empenhar-se em conhecer as patologias para as quais o hospital é especializado, as necessidades dos das pessoas que ali se internam, bem como as alternativas de tratamento. Quanto mais o gestor hospitalar se envolver com estes aspectos, mais chance de humanização terá o ambiente hospitalar que dirige.
A modernização da estrutura hospitalar deve transcender a parte física, nossos gestores devem ter a consciência de que a “saúde” é o principal produto que o hospital tem a oferecer à sua clientela.

3 comentários:

Anônimo disse...

Legal Garota,gostei da idéia! Que tal entrar para o grupo de voluntários do hospital. Faço parte juntamente com mais 25 pessoas. Vejo que você tem boa vontade e quem sabe pode colaborar mais,não somente escrevendo,mas botando a mão na massa.É só falar com Claudia que ela te admite. Fica o convite e você vai gostar. Tem turma de palhaço,corte de cabelo e unhas,grupo de oração e assistencia espiritual,etc. Você será bem vinda. Fica o convite.

Eliane Araujo disse...

Legal! Valeu pelo convite. Passe-me o contato da Cláudia. Meu email é araujoalo@gmail.com

Eliane Araujo disse...

A intenção deste post foi mensurar a importância dos profissionais de saúde , principalmente os enfermeiros, que, dentro da cadeia, são os que mais sofrem em relação aos baixos salários e condições de trabalho. Como estão na linha de frente de qualquer atendimento, estes profissionais, às vezes injustamente, sentem na pele a repugnância da população em relação ao caos que o país vive em relação à saúde. É fato, que atitudes direcionadas à autoestima do paciente ( muitas vezes realizadas com trabalho voluntário conforme foi citado no comentário acima) são importantíssimos, mas, alguém estaria disposto a fazer serviços de ASSEPSIA pessoal em pacientes por meros 680,00? ( trabalho atribuído normalmente ao técnico de enfermagem) Fica aí a pergunta.

Postar um comentário

Respeite a opinião dos outros leitores. Comentários com "palavrões", que denigrem a imagem das pessoas, ou de cunho religioso não serão aceitos. Todos os comentários postados neste blog são de responsabilidade dos internautas e poderão ser postados em matérias. Ao fazer um comentário, você concorda e aceita as regras acima.